Sabe o que acontece ao seu corpo quando deixa de comer pão? Importante saber!


Assim que uma pessoa se compromete a cortar na ingestão de hidratos de carbono para perder peso há um alimento que é sempre o primeiro a ser riscado da lista: o pão.

AAcvpTd

O pão é um dos alimentos mais adorado pela população mundial e tradicionalmente associado à saciedade. Contudo, ainda existe a crença de que engorda e que, por isso, deve ser banido da alimentação.

Embora a não ingestão de pão, principalmente do branco, seja benéfica, a exclusão deste alimento da alimentação pode trazer efeitos menos positivos na saúde. Segundo a Women’s Health, deixar de comer pão tem as seguintes consequências:

1. Perda da peso – reduzir ou excluir os hidratos de carbono da alimentação tem um efeito quase imediato: a perda de peso. Contudo, os números que caem na balança e que reduzem nos tamanhos de roupa não se devem ao emagrecimento por perda de gordura/massa gorda, mas sim de água, alerta Marie Spano, nutricionista e instrutora desportiva.

2. Corpo fraqueja – assim que os hidratos de carbono são excluídos da alimentação, o cérebro perde a sua principal fonte de energia, o peso começa a cair e o ‘stock’ de glicogénio começa a diminuir. Resultado: fraqueza, cansaço, náusea, confusão mental, insónia, mau hálito, boca seca, etc. Segundo a revista, os efeitos do corte de hidratos de carbono podem assemelhar-se aos de uma gripe.

3. Risco de ataque cardíaco e Diabetes aumenta – uma investigação publicada no ano passado no PLoS ONE indica que a ingestão de hidratos de carbono refinados – como o pão branco, pão de forma e massa tradicional – aumenta os níveis de ácidos gordos que, por seu turno, podem levar ao aumento do risco de doenças cardíacas. Contudo, existem hidratos de carbono ‘amigos’ da saúde e que devem constar na alimentação diária. Os grãos integrais ajudam a regular os níveis de açúcar no sangue, prevenindo ou atenuando os efeitos da Diabetes, ao contrário do que acontece com o consumo de pão branco, por exemplo.

4. Energia diminui – sendo os hidratos de carbono uma fonte de energia física e mental, a sua exclusão da alimentação irá fazer com que o corpo e a mente percam potência. O poder enérgico dos hidratos de carbono é tal que é comum os nutricionistas e dietistas incluírem a sua ingestão logo na primeira-refeição da manhã.

5. Dificuldade em defecar – assim que os hidratos de carbono são excluídos e a fibra não é ingerida (em particular nos hidratos integrais), as idas à casa de banho ficam mais escassas e as dificuldades em defecar aumentam.

Diz a publicação que os hidratos de carbono devem constar numa alimentação variada e nutritiva, mas apenas aqueles que são provenientes de grãos integrais e que cumprem os níveis de fibra desejados.

As pessoas devem, sim, excluir ou reduzir a ingestão de hidratos de carbono que se encontram sob a forma refinada, como o pão branco, as massas e farinhas tradicionais, mas numa na totalidade, sob a pena de o corpo enfraquecer e ficar incapaz de responder positivamente às mais variadas doenças e agressões externas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *